Madeira: Governo deve aprovar novos apoios a empresas

As medidas de apoio incluem trabalhadores, desempregados e empresas. Incentivos devem chegar aos 28 milhões de euros.

O Governo da Madeira deve apresentar novas medidas de apoios que abrangem trabalhadores, desempregados e empresas, avança o Diário de Notícias da Madeira. Estes incentivos devem atingir os 28 milhões de euros.

O executivo madeirense tem aprovado uma série de medidas de apoio quer a famílias e empresas, desde o início da pandemia.

Entre essas medidas estiveram uma linha de crédito no valor de 100 milhões de euros para empresas, a fundo perdido, criada em março, que depois veio a ser reforçado com mais 20 milhões de euros em junho,

O executivo madeirense já tinha também criado um fundo de emergência social de cinco milhões de euros, o lay-off simplificado, e a isenção de pagamentos de rendas nos parques empresariais, espaços concessionados pelo Governo da Madeira, e também nas habitação da Investimento Habitacionais da Madeira.

Recomendadas

Madeira: JPP descontente com fecho da agência do Banco Santander da Camacha

O JPP entende que este tipo de decisões, legítimas do ponto de vista da empresa, chocam grosso modo com a população que serve e que lhes confia as suas economias.

Miguel Albuquerque: Não vai haver medidas nenhumas de relaxamento nos lares

“Eu compreendo que os familiares querem abraçar os seus entes queridos que estão nos lares, compreendo que alguns deles querem levá-los a casa e trazê-los, mas nós neste momento não podemos arriscar”, vincou.

Mapa turístico em braille e roteiro acessível abrem a Semana do Turismo no Funchal

As comemorações do Dia Mundial do Turismo decorrem até domingo e incluem ainda workshops, concertos, apresentações de novos projetos, a atribuição da distinção municipal “Mérito Turístico 2020” e a abertura do Posto de Turismo do Mercado dos Lavradores.
Comentários