Nasdaq bate novo recorde em Wall Street após o aumento das taxas pela Fed

Nas empresas a Comcast apresentou uma oferta de compra da Fox por 65 mil milhões de dólares na quarta-feira, desafiando assim a Disney — que tinha oferecido mais de 52 mil milhões de dólares.

REUTERS/Shannon Stapleton

Wall Street terminou nesta quinta-feira com um sinal misto após o aumento da taxa de juro pela Federal Reserve (Fed). O Dow Jones caiu ligeiramente 0,10% para 25.175,31 pontos, enquanto o índice Nasdaq subiu 0,85% para marcar um novo recorde nos 7.761 pontos. Por sua vez, o S&P 500 subiu 0,25% para 2.782,5 pontos.

Nas empresas a Comcast apresentou uma oferta de compra da Fox por 65 mil milhões de dólares na quarta-feira, desafiando assim a Disney — que tinha oferecido mais de 52 mil milhões de dólares em ações — na compra da 21st Century Fox. Segundo a ABC News, a proposta vai ser avaliada em julho.

As ações da Disney subiram 2,3% lideraram as subidas no Dow, seguidas pela Cisco Systems (+ 1,55%) e UnitedHealth Group (+ 1%). Oss títulos que mais caíram foram os da General Electric (-1,8%), da JPMorgan (-1,76%) e Caterpillar (-1%).

Wall Street teve a influência da decisão da Fed. A subida de um quarto de ponto percentual dos juros pela Fed já era esperada pelos mercados, com as taxas a evoluírem para o intervalo entre 1,75% e 2%.

A Fed assinalou ainda que prevê mais dois aumentos até ao fim do ano dado o ritmo “sólido” de crescimento da economia dos Estados Unidos.

A Reserva Federal prevê agora um crescimento de 2,8% em 2018 (2,7% na anterior previsão) e de 2,1% na inflação (1,9% na previsão de março).

O banco central norte-americano mostrou-se também mais otimista quanto ao emprego, prevendo uma taxa de desemprego de 3,6% para 2018 (uma descida de duas décimas em relação ao previsto anteriormente) e de 3,5% em 2019 (menos uma décima).

No mercado de dívida, o rendimento dos títulos dos EUA a 10 anos diminui para 2,935%.

No mercado cambial, o euro reagiu em baixa face ao dólar, após o Banco Central Europeu (BCE) ter indicado que as taxas de juro se mantêm nos atuais níveis mínimos até ao verão de 2019, mas já está a recuperar.

O Banco Central Europeu confirmou hoje que vai acabar com seu programa de quantitative easing, em Dezembro de 2018, e o primeiro aumento das taxas de juro pode ocorrer em julho de 2019.

No mercado de commodities, o petróleo do West Texas fechou com alta de 0,54%, para 67 dólares, enquanto o petróleo Brent caiu 1,66%, para 75,93 dólares.