“O investimento feito no turismo valorizou o destino Madeira”, defende Paula Cabaço

Com esta valorização, referiu a secretária regional do Turismo e Cultura, o destino Madeira acabou por se diferenciar permitindo que seja vendido a “preços mais justos e equilibrados”.

A secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabeço, afirmou que o investimento que tem sido feito no turismo acabou por valorizar o destino Madeira, durante a Conferência Anual do Turismo, da Ordem dos Economistas da Madeira, sob o tema rentabilidade.

“Esse investimento valorizou o nosso turismo nas suas mais diversas dimensões”, referiu a governante na sessão de encerramento da Conferência Anual do Turismo.

Com esta valorização, destacou Paula Cabaço, o destino acaba por se diferenciar e ser vendido “a preços mais justos e equilibrados”.

Das novas empresas que têm sido criadas na Madeira, 32% são do sector do turismo, disse a governante, que acrescentou que quando se fala de rentabilidade engloba-se o “investimento e das oportunidades que se encontram ao dispor” dos empresários.

As sinergias entre ‘players’ do setor foi outra área onde o turismo deve continuar a investir bem como na “inovação e empreendedorismo e produtividade”.

Paula Cabaço defendeu ainda negociações para entrada de uma nova companhia na rota área e da importância de mercados como a Inglaterra para o turismo da Madeira.

 

Ler mais
Recomendadas

Altice garante que não vai investir sozinha na criação de novos cabos submarinos

Alexandre Fonseca critica a postura do regulador das telecomunicações, a ANACOM, por uma “redução sucessiva nos custos do CAM (Continente-Açores-Madeira – cabo submarino), que hoje, comparativamente há três anos, foi de 87%”.

Os ginásios e a “famosa” fidelização

Não se deixe iludir por promoções ou outro tipo de ofertas. Veja se são verdadeiramente vantajosas ou se contêm alguma “armadilha”. Pagando um ano logo à partida, analise as condições de reembolso caso tenha necessidade de desistir a meio.

Contratos ‘swap’ de 2008 da Câmara do Funchal lesaram autarquia em quase 1 milhão de euros, segundo o TdC

Esta é uma das conclusões de uma auditoria do Tribunal de Contas (TdC), hoje divulgada e que tinha sido solicitada pela vereação do atual presidente, Paulo Cafôfo (eleito pela coligação Mudança, em 2013, formada por PS/BE/PTP/MPT/PAN, e, em 2017, pela coligação Confiança – PS/BE/PDR/Nós, Cidadãos!), ao endividamento do município.
Comentários