“O investimento feito no turismo valorizou o destino Madeira”, defende Paula Cabaço

Com esta valorização, referiu a secretária regional do Turismo e Cultura, o destino Madeira acabou por se diferenciar permitindo que seja vendido a “preços mais justos e equilibrados”.

A secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabeço, afirmou que o investimento que tem sido feito no turismo acabou por valorizar o destino Madeira, durante a Conferência Anual do Turismo, da Ordem dos Economistas da Madeira, sob o tema rentabilidade.

“Esse investimento valorizou o nosso turismo nas suas mais diversas dimensões”, referiu a governante na sessão de encerramento da Conferência Anual do Turismo.

Com esta valorização, destacou Paula Cabaço, o destino acaba por se diferenciar e ser vendido “a preços mais justos e equilibrados”.

Das novas empresas que têm sido criadas na Madeira, 32% são do sector do turismo, disse a governante, que acrescentou que quando se fala de rentabilidade engloba-se o “investimento e das oportunidades que se encontram ao dispor” dos empresários.

As sinergias entre ‘players’ do setor foi outra área onde o turismo deve continuar a investir bem como na “inovação e empreendedorismo e produtividade”.

Paula Cabaço defendeu ainda negociações para entrada de uma nova companhia na rota área e da importância de mercados como a Inglaterra para o turismo da Madeira.

 

Ler mais
Recomendadas

Binter lança campanha para voos entre Madeira, Canárias e Tenerife

A campanha é válida até este sábado para voos realizados em março.

Orquestra Clássica da Madeira em concerto que comemora os seus 55 anos

O concerto vai ter lugar no Centro de Congressos da Madeira, com início às 18h.

PSD diz que a Madeira “pode orgulhar-se” de ser a primeira no País a avançar com estatuto do cuidador informal

João Paulo Marques diz que a proposta “prova” que o Governo Regional tem a intervenção e o apoio social como áreas prioritárias de governação, “não só apoiando quem mais precisa, mas, com o estatuto do cuidador informal, cuidando de quem cuida e dando condições para que os familiares possam cuidar dos seus doentes em casa, que é onde deles precisam e onde merecem estar”.
Comentários