Ryanair dificulta a vida a milhões de passageiros sem lugares reservados

A companhia aérea ‘low cost’ irlandesa está a dificultar a vida a todos os passageiros que optam por não pagar extras para reservar o seu lugar nos aviões.

Ler mais

A Ryanair está a avisar milhões de passageiros que neste verão só podem fazer o ‘check in’ apenas com 48 horas de antecedência, avança hoje o ‘Irish Independent’.

Desta forma, a companhia aérea ‘low cost’ irlandesa está a dificultar a vida a todos os passageiros que optam por não pagar extras para reservar o seu lugar nos aviões.

Até há dois anos, os passageiros podiam fazer o seu ‘check in’ ‘online’ até uma semana de antecedência, um método que funcionava bem para pessoas que tivessem uma semana de férias.

“Em 2016, a Ryanair reduziu a janela para fazer ‘check in’ para apenas quatro dias, justificando que esta medida era uma resposta ao ‘feedback’ alargado dos clientes “, explica o artigo do Irish Independent.

Mas, a partir de 13 de junho, data em que se inicia a época de férias de verão, essa janela para se fazer o ‘check in’ nos voos da Ryanair vai estreitar-se ainda mais.

“Atualmente, um passageiro com um voo tardio, por exemplo, às oito da noite de uma sexta-feira pode fazer o ‘check in’ a partir da manhã de segunda-feira. Mas a nova política [da Ryanair] implica que o ‘check in’ sem encargos adicionais não irá abrir antes das 20 horas de quarta-feira”, esclarece o Irish Independent.

Em alternativa, os passageiros podem pagar uma taxa, usualmente de quatro euros por pessoa, por voo, para ter um lugar reservado, podendo, assim, fazer o seu ‘check in’ com dois meses de antecedência em relação do dia do voo.

Esta mudança de política da Ryanair aplica-se quer às reservas já existentes, quer às novas marcações que forem efetuadas.

No ano de 2017, a Ryanair transportou cerca de 129 milhões de passageiros.

Recomendadas
Saiba como fazer um check-up gratuito aos seus eletrodomésticos
Serviço ‘Funciona’ é a nova disponibilidade para os clientes EDP Comercial sem custos adicionais e permite identificar o potencial de poupança dos principais equipamentos domésticos, bem como apresentar as soluções mais eficientes que permitem reduzir a fatura de energia.
Um em cada dois pagamentos na Europa já são ‘contactless’
Em Portugal, o número de transações ‘contactless’ duplicou de 2017 para 2018, o que demonstra a adesão dos consumidores às novas tecnologias, consideradas mais seguras e convenientes.
Oito conselhos para ter o seu portátil pronto antes de viajar
Um viajante preparado vale por dois e há algumas tarefas que pode fazer no laptop ainda antes de sair de casa.
Comentários