Amílcar Falcão é o novo reitor da Universidade de Coimbra

O novo reitor é doutorado em Farmácia e desempenhava até agora a função de vice-reitor na equipa de João Gabriel Silva.

Fotografia: © UC | Marta Costa

Amílcar Falcão, 54 anos de idade, natural da Nazaré, acaba de ser eleito reitor da Universidade de Coimbra (UC) para o mandato 2019-2023.

Doutor em Farmácia pela Universidade de Coimbra, desempenhou a função de vice-reitor com as áreas da investigação, inovação, empreendedorismo e desporto nos últimos dois mandatos reitorais (2011-2015 e 2015-2019) com o reitor João Gabriel Silva.

Diretor do Instituto de Investigação Interdisciplinar desde 2013, o professor catedrático da Faculdade de Farmácia da UC venceu a eleição para o mandato 2019-2023 com um programa de ação intitulado “Citius, Altius, Fortius” (inspirado no lema olímpico “mais alto, mais forte, mais longe”). Faz da necessidade de afirmar globalmente a UC enquanto universidade de investigação uma das suas bandeiras.

O novo reitor defende “uma aposta forte na investigação, um reforço no ensino e a transferência de conhecimento. “Não se ensina o que não se sabe e não se transfere o que não se tem. Temos de formar pessoas competentes e ser proativos na ligação à sociedade”, afirma o novo reitor.

A eleição do Reitor da Universidade de Coimbra é feita, desde 2011, numa reunião plenária do Conselho Geral da instituição. O organismo é constituído por 35 membros: 18 representantes dos professores e investigadores, cinco representantes dos estudantes, dois representantes dos funcionários não-docentes e não-investigadores e dez personalidades de reconhecido mérito, externas à Universidade.

Os outros candidatos à eleição do Reitor da Universidade de Coimbra para o mandato 2019-2023 foram Duília Fernandes de Mello, Ernesto Costa e José Pedro Paiva.

Ler mais
Recomendadas

Católica abre portas à comunidade com ‘open day’ dedicado ao talento

Os quatro pólos da Universidade Católica Portuguesa promovem esta quarta-feira, 20 de fevereiro, um amplo debate sobre o “Talento para o Futuro”. O Jornal Económico é media ‘partner’ da iniciativa.

Professores e Governo vão reunir “nos próximos vindouros dias”, assegura ministro da Educação

Sobre o ponto de partida do Governo para a negociações com os professores, que continuam a exigir que lhes seja reconhecido o tempo de serviço congelado de nove ano, quatro meses e dois dias, Tiago Brandão Rodrigues disse que parte para a mesa negocial de “boa-fé”.

Universidade de Coimbra lança plataforma para contar lixo nas praias e defender oceanos

A plataforma ‘lixomarinho.app’ permite “a contagem simples e mapeamento de lixo marinho em praias da costa portuguesa, nomeadamente em eventos de limpeza dos areais”.
Comentários