António Ramalho modera ‘frente a frente’ entre CIP e UGT na quinta-feira

Fórum Capitalizar, promovido pelo Jornal Económico e pelo Novo Banco, no dia 17 de janeiro, vai juntar empresários, sindicalistas e banqueiros.

O Jornal Económico e o Novo Banco vão promover, no próximo dia 17 de janeiro, a primeira edição do Fórum Capitalizar. Em debate neste evento, que junta à mesma mesa empresários, dirigentes sindicais e banqueiros, estarão os diferentes mecanismos de capitalização das empresas, que são fundamentais para as suas estratégias de inovação, crescimento e internacionalização.

O Fórum terá lugar durante a manhã do dia 17, no auditório do Museu do Oriente, em Lisboa.

Com início às 09h00, a sessão de abertura caberá ao CEO do Novo Banco, António Ramalho, como keynote speaker.

Às 9h30, segue-se um frente a frente entre o líder dos patrões e o secretário-geral de uma das grandes confederações sindicais. Esta conversa entre António Saraiva e Carlos Silva, presidente da CIP e líder da UGT, respetivamente, será moderada por António Ramalho, tendo como tema “o investimento como fator de sustentabilidade”.

Após o coffee-break, terá lugar um debate sobre “o investimento como fator de crescimento”, que contará com as participações de Vítor Fernandes, administrador do Novo Banco, José Theotónio, CEO do Grupo Pestana, Jaime Andrez, presidente do programa COMPETE 2020, Avelino Gaspar, presidente da Lusiaves, e Kim Kreilgaard, chefe da representação em Portugal do Banco Europeu de Investimento (BEI). Este debate, que se estenderá até às 12h15, será moderado por Filipe Alves, diretor do Jornal Económico.

Para conhecer o programa completo desta e de outras conferências promovidas pelo Jornal Económico em parceria com diversas entidades, sobre temas relevantes da atualidade, visite a página das nossas conferências.

Ler mais
Recomendadas

Governo avança com lei que permite aos bancos contabilizar como custo fiscal as novas imparidades

“A presente alteração visa sanar a divergência entre os sistemas contabilísticos e fiscais no que respeita ao tratamento de perdas por imparidades associadas a operações de crédito. Prevêem-se ainda regras disciplinadoras para as perdas por imparidade registadas nos períodos de tributação com início anterior a 1 de janeiro de 2019, e ainda não aceites fiscalmente”, diz o último comunicado do Conselho de Ministros

BPI vence Prémio Cinco Estrelas na categoria de Banca Digital

O BPI é líder na penetração do homebanking, com quase metade dos seus clientes particulares a serem utilizadores deste canal. O mesmo acontece no caso dos clientes empresariais, em que 84,5% usam os canais digitais do Banco. Isto segundo o estudo BASEF Banca relativo ao período de fevereiro a agosto de 2018.

BCP é a Escolha do Consumidor 2019 na categoria Grandes Bancos

O Banco registou o maior grau de satisfação dos inquiridos face à concorrência, com 7,33 (de 1 a 10), terminando com um índice de satisfação de 71,69% entre os dois mil consumidores consultados.
Comentários