ANTRAM promove curso de gestão de tráfego

O curso promove a capacitação dos formandos com ferramentas de gestão técnica e social. Está divido em três módulos.

A Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias vai lançar uma nova edição do curso Gestores de Tráfego. A formação pretende dotar os participantes com as competências-chave necessárias para o desempenho da função e visa “colmatar a escassez da oferta” nesta área.

O curso está dividido em três módulos – Empresa, Gestão de Recursos Humanos e Gestão de Frota –, que promovem o conhecimento da regulamentação da atividade e de gestão e a otimização de custos no tráfego. Tendo como base uma abordagem teórico-prática, a formação, com a duração de 36 horas, no total,  aborda, ainda, questões relacionadas com a organização do serviço de transporte, a capacitação da comunicação e o relacionamento com o cliente.

Em comunicado, a ANTRAM lembra que a formação, lançada no final de 2016, foi criada por um grupo de empresários que constituem o Núcleo TIR e que pretende dar continuidade à aposta da associação na oferta de soluções de formação que permitam fornecer uma resposta 100% à medida das necessidades de cada empresa de transporte. O curso conta já com um elevado número de edições, realizadas sempre nas delegações ANTRAM, de norte a sul do país.

Recomendadas

Concluído um de cinco interrogatórios por viciação de contratos no Turismo do Norte

Os cinco arguidos foram detidos na quinta-feira pela Polícia Judiciária (PJ), no âmbito da denominada operação “Éter”, que incluiu ainda buscas em entidades públicas e sedes de empresas.

Fidelidade regista maior número de participação de sempre após tempestade Leslie

A seguradora criou uma unidade operacional móvel com o objetivo de “quantificar e avaliar os prejuízos sofridos com a maior rapidez e proximidade possível junto da população afetada, agilizando melhor os processos de indemnização”.

Augusto Santos Silva: “Haverá condições para o Presidente da República visitar a China em breve”

O Ministro anunciou cinco projetos ao nível da cooperação Portugal – Macau e a criação de um Fundo de apoio a projetos comunitários de ciência e tecnologia.
Comentários