Câmara de Lisboa usa taxa turística para financiar projeto-piloto em limpeza da cidade

Dez viaturas estarão ao serviço de uma dezena de juntas de freguesia de Lisboa para dar apoio à limpeza urbana.

Num projeto que cruza a aposta na mobilidade elétrica com a gestão da limpeza da cidade, a Câmara Municipal de Lisboa recebe esta sexta-feira, 6 de julho, pelas 17 horas, dez veículos comerciais de mercadorias totalmente elétricos e produzidos pela Mitsubishi Bergé Portugal, no âmbito de um projeto-piloto no qual também estão envolvidas as cidades de  Amesterdão, Berlim, Londres, Nova Iorque e  Tóquio.

O financiamento deste projeto é suportado pela taxa turística, já que os territórios visados – designadamente: Arroios, Avenidas Novas, Belém, Estrela, Misericórdia, Parque das Nações, Penha de França, Santa Maria Maior, Santo António e São Vicente – são os que enfrentam uma maior carga da pressão turística na cidade.

Assim, cada uma das dez viaturas estará ao serviço das referidas dez juntas de freguesia de Lisboa para utilização no apoio à limpeza urbana.

Quanto às viaturas, a Fuso eCanter é o primeiro veículo comercial pesado de mercadorias, com zero emissões e zero ruído, 100% elétrico, com um peso bruto de 7.5 toneladas e uma autonomia real de 100km. Estas viaturas são produzidas em Portugal, mais concretamente no Tramagal, e serão exportadas para os mercados europeu e dos Estados Unidos da América em breve.

Recomendadas
SOFID e Casais assinam protocolo de financiamento
A SOFID e o grupo Casais assinam protocolo que define linhas de colaboração com vista ao financiamento de projeto de investimento em Angola.
Fundador do Alibaba diz que guerra comercial EUA-China “vai ser uma confusão” e poderá durar 20 anos
A guerra comercial entre os EUA e a China poderá durar 20 anos e ter um maior impacto do que muitas pessoas pensam, avisa Jack Ma, fundador e presidente executivo do Alibaba, o maior portal de comércio eletrónico da China.
Haitong com prejuízos de 2 milhões no semestre. Resultado operacional é positivo
“O dinamismo positivo das receitas beneficiou do recente processo de reestruturação e reposicionamento do Banco, o qual tem vindo a assumir-se como a unidade de Corporate and Investment Banking do Grupo Haitong”, justifica o banco de investimento.
Comentários