Líder supremo do Irão acusa “inimigos” do país de estarem por detrás dos protestos

O líder supremo do Irão, ayatollah Ali Khamenei, acusou hoje os inimigos da república islâmica de estarem por detrás das manifestações dos últimos dias, que já resultaram em pelo menos 20 mortos, e de quererem prejudicar o país.

Morteza Nikoubazl/REUTERS

Segundo a página eletrónica oficial do líder supremo, Khamenei diz que “nos últimos dias”, os inimigos do Irão utilizaram vários meios, incluindo dinheiro, armas, política e serviços de informação “para criar problemas ao sistema islâmico”.

Para o líder iraniano, os inimigos do país “esperam apenas uma ocasião para se infiltrarem e atacarem o povo iraniano”.

“O que pode impedir o inimigo de agir é o espírito de coragem, de sacrifício e a fé do povo, de que vocês são testemunhas”, disse, dirigindo-se às famílias dos soldados mortos em combate.

Khamenei, que tem a última palavra nas questões de Estado, não se referiu a qualquer país em concreto, mas disse que iria desenvolver a ideia num futuro próximo.

Esta foi a primeira vez que Khamenei comentou publicamente os protestos que começaram na quinta-feira em Mashhad e se espalharam a outras cidades. Mais de 20 pessoas, incluindo manifestantes e forças de segurança, terão morrido em confrontos e centenas de pessoas foram detidas.

Relacionadas

Respostas Rápidas: o que está por trás das manifestações no Irão?

Pelo menos 20 pessoas já morreram e centenas foram detidas desde quinta-feira nas maiores manifestações no Irão desde 2009. Conheça aqui as causas e as reações à turbulência.

Turquia pede ao Irão que evite a violência e ao mundo que não intervenha

A Turquia apelou hoje às autoridades iranianas para que evitem a provocação e a violência e pediu ao resto do mundo que não intervenha na crise criada nos últimos dias pelos protestos de rua no país vizinho.

Mais nove mortos em protestos no Irão, avança a televisão estatal

Pelo menos nove pessoas morreram em confrontos entre manifestantes e forças de segurança do Irão, noticiou hoje a televisão estatal iraniana .

Trump pede mudança no Irão

O presidente dos Estados Unidos da América refere que o Irão está a falhar a todos os níveis e que o povo tem fome de alimentos e de liberdade.
Recomendadas

“Ele soa como nós”. Ex-líder do Klu Klux Klan elogia Bolsonaro

“Ele é sem dúvida um descendente europeu. Parece-se com qualquer homem branco nos EUA, em Portugal, Espanha ou Alemanha e França”, qualificou o David Burke, ex-líder do Klu Klux Klan.

Dívida pública de Angola estimada em 70 mil milhões de dólares

Situação foi relatada hoje pela secretária de Estado para o Orçamento de Angola, Aia Eza da Silva, quando procedia a apresentação do Quadro Macroeconómico 2019 e os Limites da Despesa para Elaboração do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2019.

Bolsonaro cresce nas intenções de voto, revela sondagem

Bolsonaro é o favorito à vitória na 2ª volta das eleições do Brasil. Francisco Haddad só leva a melhor entre os mais pobres e entre os eleitores do nordeste do Brasil. Brasileiros voltam às urnas dia 28.
Comentários