Número de turistas em Cabo Verde voltou a aumentar em 2018

A ilha do Sal foi a mais procurada pelos turistas, representando cerca de 49,5% das entradas nos estabelecimentos hoteleiros. Seguem-se a ilha da Boa Vista com 26,9% e Santiago 11,2%.

O número de turistas que visitaram Cabo Verde voltou a aumentar em 2018, tendo registado uma subida de 6,8% face ao ano anteriro. Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano apontam que foram mais de 765 mil turistas a visitar este país africano, no ano passado.

Segundo as estatísticas do turismo sobre a movimentação de hóspedes, em 2018, as dormidas cresceram 7,4%. A ilha do Sal foi a mais procurada pelos turistas, representando cerca de 49,5% das entradas nos estabelecimentos hoteleiros. Seguem-se a ilha da Boa Vista com 26,9% e Santiago 11,2%.

A grande maioria dos turistas (86,9%) prefere alojar-se nos hotéis, e em segunda opção surgem as residenciais com 3.8%. Em relação às dormidas, também a ilha do Sal lidera, com 56%. Em segundo lugar encontra-se a Boa Vista (33,9%) e em terceiro Santiago (4,5%).

Em termos de mercado emissor Portugal está em quarto lugar, depois da Alemanha, França e Holanda. O principal mercado emissor de turistas continua a ser o Reino Unido, com 22,7% do total das entradas. “Os turistas do Reino Unido foram os que permaneceram mais tempo em Cabo Verde, com uma estadia média de 8,3 noites”, explica o INE.

Estes dados evidenciam um contínuo crescimento do setor turístico. Em 2017, Cabo Verde tinha recebido 716.755 turistas e em 2018 voltou a crescer, tendo recebido mais de 765 mil turistas. A meta do governo de Cabo Verde é chegar, anualmente, a um milhão de turistas até 2020.

Recomendadas

Pedir fatura em Cabo Verde vai dar direito a sorteio de prémios 

O Governo cabo-verdiano prevê lançar no próximo ano sorteios para atribuição de prémios aos contribuintes que pedem faturas e recibos com número de identificação fiscal, assumindo tratar-se de uma forma de travar a evasão fiscal.

Cabo Verde espera receita de impostos novamente acima de 20% do PIB em 2021

No Orçamento Retificativo para 2020, que entrou em vigor em agosto, o governo cabo-verdiano inscreveu a previsão de arrecadar 33.953 milhões de escudos (306,6 milhões de euros) com a receita fiscal, uma quebra de 19,2% face a 2019.

Decisão sobre prisão preventiva de Alex Saab volta ao Tribunal da Relação

Os Estados Unidos acusam Alex Saab de ter branqueado 350 milhões de dólares para pagar atos de corrupção a Nicolás Maduro, através do sistema financeiro norte-americano, enquanto a defesa do empresário colombiano afirma que este viajava com passaporte diplomático, enquanto “enviado especial” do Governo da Venezuela e que por isso a detenção foi ilegal.
Comentários