Presidente de Cabo Verde participa no congresso de farmacêuticos de língua portuguesa

O encontro reúne dezenas de farmacêuticos dos países de língua portuguesa e contou com um pré-congresso, realizado na quarta-feira, constituído por workshops de diferentes áreas setoriais: farmácia comunitária, farmácia hospitalar, análises clínicas.

O Presidente da República cabo-verdiano participa esta quinta-feira na sessão solene de abertura do XIII Congresso Mundial de Farmacêuticos de Língua Portuguesa, que decorre até sexta-feira na cidade da Praia, com o tema “O Farmacêutico nos Sistemas de Saúde”.

O encontro reúne dezenas de farmacêuticos dos países de língua portuguesa e contou com um pré-congresso, realizado na quarta-feira, constituído por workshops de diferentes áreas setoriais: farmácia comunitária, farmácia hospitalar, análises clínicas.

Na quinta-feira, além da sessão solene de abertura, que contará com a presença do Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, estão previstas duas sessões plenárias intituladas “O farmacêutico nos sistemas de saúde” e “Desafios na Intercolaboração Médico-Farmacêutico”.

Na sexta-feira os trabalhos arrancam com uma conferência sobre “Os Desafios do combate à Resistência Antimicrobiana”, seguindofarmaceutic-se a sessão plenária “Inovar nos Sistemas de Saúde”.

A sessão solene de encerramento contará com a presença das bastonárias das Ordens dos Farmacêuticos de Portugal e Cabo Verde.

Recomendadas

Cabo Verde recompra 40% da CV Telecom e põe fim ao litígio com a PT Ventures

O Estado cabo-verdiano e a empresa detida pela brasileira Oi assinaram esta terça-feira, na cidade da Praia, o acordo que acaba com o contencioso existente entre as duas entidades.

Governador do Banco de Cabo Verde não vai renovar mandato

João Serra anunciou que sairá do banco central cabo-verdiano em dezembro. “Até lá, continuo a ser governador, assumindo na plenitude as minhas responsabilidades”, disse.

Cabo Verde e Timor preparam fórum de inspetores da segurança alimentar e atividades económicas

A autoridade de inspeção timorense está na Praia para assinar um protocolo com IGAE. Em cima da mesa vão estar também os desafios do FISAAE, que congrega todos os serviços de inspeção da segurança alimentar e das atividades económicas da CPLP.
Comentários