‘Chefs’ estrangeiros com estrelas Michelin em Portugal para descobrir os azeites do Alentejo

Esta iniciativa contará com 12 participantes, provenientes de cinco mercados estratégicos para o azeite do Alentejo: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Suécia.

A partir de hoje e até dia 7 de dezembro, próxima sexta-feira, a região do Alentejo vai ser a anfitriã de uma viagem gastronómica que0 traz a Portugal ‘chefs’ de restaurantes premiados pelo Guia Michelin, degustadores de azeite e críticos gastronómicos internacionais.

Esta iniciativa, organizada pelo CEPAAL – Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo, tem como objetivo dar a conhecer o azeite do Alentejo no seu estado puro e como ingrediente essencial da dieta mediterrânica.

Geovane Carneiro, braço direito de Alex Atala e ‘chef’ executivo do restaurante brasileiro D.O.M (duas estrelas Michelin), é um dos participantes neste ‘tour’ gastronómico, que contará ainda com a presença, entre outros, de Ian Doyle (‘headchef’ no Oaxen Krog, na Suécia, que ostenta igualmente duas estrelas Michelin).

O restaurante sueco Alöe e o dinamarquês Substans (ambos detentores de uma estrela Michelin) estarão também representados pelos seus ‘chefs’. respetivamente, Emanuel Tärnqvist e Jeff O’Neill.

“No grupo de 12 participantes, provenientes de cinco mercados estratégicos para o azeite do Alentejo (Brasil, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Suécia), marcará também presença o norte-americano Curtis Cord, ‘sommelier’ profissional de azeites, que, para além de editor do portal ‘Olive Oil Times’, fonte de informação do sector mais lida do mundo, é também presidente do conceituado concurso mundial NYIOOC – New York International Olive Oil Competition”, destaca um comunicado do CEPAAL.

O mesmo documento acrescenta que “à semelhança da edição anterior deste ‘tour’ gastronómico, que decorreu em abril passado, o programa inclui visitas a olivais e lagares, provas de azeite e degustação de pratos, inspirados e harmonizados com os azeites do Alentejo, região com uma paisagem rica e diversificada, onde se produz 78% do azeite em Portugal (campanha 2017/2018)”.

Simultaneamente, irá decorrer no ‘lounge premium’ da TAP, no aeroporto de Lisboa, uma ação de degustação dos Azeites do Alentejo.

Esta iniciativa é organizada no âmbito do projeto ‘Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos’, através do qual o CEPAAL pretende reforçar a sua estratégia de promoção externa e dar a conhecer a novos mercados o azeite do Alentejo e as empresas produtoras.

“O objetivo é contribuir para o aumento das exportações, dar visibilidade coletiva a este produto, dinamizar a economia da região e conferir maior competitividade ao setor”, explica o CEPPAL.

O projeto ‘Promoção do Azeite do Alentejo nos Mercados Externos’ é co-financiado pelo Alentejo 2020, no âmbito do Programa Operacional Regional do Alentejo.

O investimento total é de cerca de 320 mil euros, dos quais cerca de 256 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Sedeado em Moura, o CEPAAL nasceu em 1999 e é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivo valorizar e promover o azeite do Alentejo dentro e fora de Portugal.

Além de 27 produtores, tem entre os seus associados instituições ligadas ao sector olivícola e oleícola, incluindo organismos do Estado, municípios e universidades.

Ler mais
Recomendadas

Santini lança gelados com sabor a vinhos portugueses

Foi feita uma edição limitada de dois sabores feitos com uvas de castas portuguesas, uma casta branca, a Arinto, e uma casta tinta, a Trincadeira.

Fim da marca Jumbo. Grupo Auchan vai ter marca única de distribuição em Portugal

Pedro Cid, CEO da empresa retalhista francesa, assegura que esta mudança estratégica não se relaciona com a entrada da Mercadona em Portugal.

Exportações agroalimentares nacionais superaram 900 milhões de euros até julho

Exportações do setor nos primeiros sete meses deste ano foram superiores às importações.
Comentários