Eurogrupo reúne hoje com Portugal na agenda

Eurogrupo irá ainda debater a nomeação do novo membro da Comissão Executiva do BCE para o lugar de Peter Praet, cujo mandato termina a 31 de maio.

Cristina Bernardo

O Eurogrupo reúne esta segunda-feira com uma agenda preenchida que inclui a análise das conclusões da nona missão de supervisão pós-programa a Portugal e o nome do substituto de Peter Praet na Comissão Executiva do Banco Central Europeu (BCE).

A Comissão Europeia e o BCE irão apresentar aos ministros as principais conclusões da nona missão de supervisão pós-programa a Portugal, realizada de 26 a 30 de novembro de 2018, e da décima missão de supervisão pós-programa à Irlanda, realizada de 13 a 16 de novembro de 2018.

No Post-Programme Surveillance Report sobre Portugal, publicado quinta-feira, dia 9 de fevereiro, a Comissão Europeia adverte que “a política orçamental prudente continua a ser essencial para fortalecer a sustentabilidade das finanças públicas”. Bruxelas considera que o Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) “parece estar em risco de se desviar significativamente do ajustamento orçamental estrutural exigido pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento”, particularmente sobre a despesa primária líquida.

A CE apela a uma “revisão contínua das despesas” e “de um controlo de despesas mais eficiente”, nomeadamente nas empresas públicas e no setor da saúde.

“A ainda alta dívida pública de Portugal torna-o vulnerável a choques, particularmente no contexto de aumento dos riscos económicos globais. Além disso, um contínuo ajustamento estrutural orçamental e o uso de ganhos extraordinários para reduzir mais a dívida pública e construir almofadas financeiras torna-se ainda mais importante”, refere a Comissão no Post-Programme Surveillance Report, publicado quinta-feira, 9 de fevereiro.

Irlanda propõe Philip Lane para o lugar de Praet

O Eurogrupo irá ainda debater a nomeação do novo membro da Comissão Executiva do BCE para o lugar de Peter Praet, cujo mandato termina a 31 de maio. A Irlanda foi o único país a propor um nome e apresentou o nome do governador do Banco Central, Philip Lane.

“O Eurogrupo debaterá a nomeação para provimento do lugar que deverá vagar brevemente no BCE. Na sequência do convite à apresentação de candidaturas na reunião do Eurogrupo de janeiro, o presidente do Eurogrupo recebeu uma candidatura”, refere a nota de agenda.

Já na reunião em formato inclusivo, os ministros irão discutir ainda o aprofundamento da União Económica Monetária (UEM), debatendo as propostas sobre o instrumento orçamental para a convergência e a competitividade da zona euro.

Ler mais
Relacionadas

Eurogrupo é opaco? “Não é justificável”, defende Mário Centeno

Para sustentar a sua premissa, o presidente do fórum dos ministros das Finanças do espaço da moeda única lembrou que são publicadas “agendas detalhadas” de cada reunião, assim como o sumário das mesmas e os documentos nelas debatidos.

Mário Centeno: “Parem de retratar a desaceleração como uma crise”

Mário Centeno reagiu às previsões económicas da Comissão Europeia, numa mensagem no Twitter, onde considerou que “está nas nossas mãos inverter a tendência e agir agora para reduzir” os riscos identificados.

Bruxelas está ainda mais pessimista sobre crescimento da economia portuguesa. Apenas 1,7%

Nas previsões de Inverno, a Comissão Europeia projeta uma expansão de 1,7% da economia portuguesa este ano e em 2020, abaixo da meta do Governo de 2,2%. Em relação à inflação, salienta que a subida nos preços da habitação deverá moderar devido à maior oferta e menor procura externa.
Recomendadas

Agência Espacial: Portugal pretende multiplicar negócios por dez até 2030

Acabada de criar, a Agência Espacial Portuguesa é vista pelo ministro da Ciência, Manuel Heitor, como a força capaz de criar mil empregos e gerar uma faturação de 400 milhões de euros até ao fim da próxima década.

Conclusões de Tancos vão ditar futuro da PJ Militar

Alegado envolvimento e comprometimento da investigação a Tancos pela PJ Militar desagrada a todos os partidos. Deputados aguardam encerramento da comissão de inquérito para proporem mudanças. Existência dessa entidade pode ser reconsiderada.

Economistas destacam otimismo do Governo para 2019 e pouca ambição na reforma do Estado

O Governo apresentou em 15 de abril o Programa de Estabilidade 2019-2023, o último da atual legislatura, no qual reviu em baixa o crescimento económico para este ano, prevendo uma expansão de 1,9%, um decréscimo de 0,3 pontos percentuais face aos 2,2% inscritos no Orçamento do Estado, mas que supera as previsões dos restantes organismos.
Comentários