Venezuela testou com sucesso molécula que anula o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela explicou ainda que se trata da molécula DR10, que foi totalmente isolada e “não tem nenhum tipo de toxicidade que afete moléculas saudáveis” ou cause efeitos colaterais.

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou domingo que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que “anula 100%” o novo coronavírus.

“O IVIC testou uma molécula usada para tratar a hepatite C para tratar a covid-19. Este estudo durou seis meses, resultando na aniquilação de 100% do vírus. A Venezuela obteve um medicamento que anula 100% o coronavírus”, disse à televisão estatal venezuelana.

Segundo Nicolás Maduro o “estudo foi certificado, com todos os testes necessários” e nos próximos dias a Venezuela “procederá (…) através da Organização Mundial de Saúde, para ratificar (homologar) os resultados obtidos”.

O Presidente da Venezuela explicou ainda que se trata da molécula DR10, que foi totalmente isolada e “não tem nenhum tipo de toxicidade que afete moléculas saudáveis” ou cause efeitos colaterais.

Nicolás Maduro mostrou-se confiante de que em breve a Venezuela começará “a produção em massa” graças a “alianças internacionais”.

Por outro lado, a ministra venezuelana de Ciência e Tecnologia, Gabriela Jiménez, explicou que a investigação foi monitorizada “através de células infetadas com o vírus (Sars-cov2 ou coronavírus), isolado, em pacientes venezuelanos”.

A molécula DR10, é um derivado o ácido ursólico e os resultados foram de “100% de inibição na replicação do vírus in vitro”, disse.

Na Venezuela estão oficialmente confirmados 89.565 casos de covid-19, que causaram 770 mortes, enquanto 84.720 pessoas recuperaram da doença.

O país está desde 13 de março em estado de alerta, o que permite ao executivo decretar “decisões drásticas” para combater a pandemia.

Depois de permitir durante uma semana uma “flexibilização ampla” da quarentena preventiva da covid-19, que permitiu a abertura dos estabelecimentos de comércio em geral, turismo e organismos públicos, o acesso às praias do país, atividades e eventos ao ar livre,  a Venezuela regressa hoje a sete dias de estrita quarentena.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 42,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Ler mais
Recomendadas

Web Summit 2020: o que vai poder ver esta quinta-feira

Esta quinta-feira marca o segundo dia da edição 2020 da Web Summit, o maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo, este ano numa edição 100% online. Acompanhe no site do Jornal Económico e na plataforma JE TV uma vasta cobertura desta cimeira com entrevistas e painéis que vão marcar esta edição

Kai-Fu Lee prevê que empregos em cadeias de fast-food e telemarketing serão substituídos por IA

O ex-presidente da Google China, considerado um dos maiores especialistas em IA no mundo, esteve na Web Summit, onde fez referência à “relutância” da Europa em abdicar da privacidade mesmo que seja por “algo muito importante, como a saúde e a segurança”.

DGS confirma três casos positivos de Covid-19 na sede

A DGS “informa que foram confirmados três casos positivos de covid-19 na sua sede, até ao momento, ficando dez trabalhadores em isolamento profilático”, dá conta uma nota divulgada durante a noite de hoje às redações.
Comentários