Comissão liquidatária do BES admite ficar com dinheiro de ex-gestores

A possibilidade surge depois de os liquidatários do BES terem pedido ao Novo Banco acesso aos extratos de contas nos dois anos anteriores à intervenção bancária para apurar se foram praticados atos prejudiciais para os restantes credores.

BES Av Liberdade Lisboa

A comissão liquidatária do antigo Banco Espírito Santo (BES) admite poder vir a integrar dinheiro de ex-gestores e familiares na massa insolvente. A possibilidade surge depois de os liquidatários do BES terem pedido ao Novo Banco acesso aos extratos de contas nos dois anos anteriores à intervenção bancária para apurar se foram praticados atos prejudiciais para os restantes credores, avança o “Jornal de Negócios”.

As informações que constam no Tribunal do Comércio de Lisboa dão conta de que a comissão liquidatária do BES que “avaliar se tais pessoas procederam a atos de dissipação ou ocultação do seu património ou se, de outro modo, praticaram atos que possam ter diminuído, frustrado, dificultado, posto em perigo ou retardado a satisfação dos credores do BES”.

Caso isso venha a se venha a verificar, a comissão liquidatária deve apoderar-se dos bens dos visados por terem lesado os restantes credores. O período definido envolve ex-administradores, como Ricardo Salgado e ex-colegas da administração, como José Maria Ricciardi, Vítor Bento e João Moreira Rato. Em causa estão ainda “pessoas especialmente relacionadas”, como cônjuges, filhos e pais.

Relacionadas

Apenas nove bancos em Portugal não cobram manutenção de conta

A isenção de cobrança de comissões bancárias de manutenção de contas é especialmente relevante no negócio online, segundo revelam os dados do novo comparador de comissões bancárias do Banco de Portugal.

Montepio e BPI isentam de comissões as ações do BES e Banif

Os acionistas do BES e Banif (ambos em liquidação) continuam a pagar aos bancos comissões de custódia de títulos, sendo o BPI a excepção. Mas o Montepio prepara-se para lhe seguir o exemplo.
Recomendadas

BdP recebeu 3.314 pedidos de autorização para a atividade de intermediário de crédito

Os intermediários de crédito autorizados a exercer atividade em Portugal constam da lista publicada pelo BdP, que divulga semanalmente informações sobre pedidos de pessoas singulares ou coletivas.

Factoring cresceu 13,2% e Leasing sobe 8,8% até setembro

O Factoring cresceu 13,2% para um valor de produção de 22 mil milhões, até setembro e o setor do Leasing terminou os primeiros nove meses de 2018 com crescimento, em particular na Locação Mobiliária, que apresentou um aumento estimado de 8,8%, correspondendo a um valor de produção de quase 1,7 mil milhões de euros.

BES. Solução para sucursais exteriores pode abranger cerca de 300 pessoas

Em declarações à Lusa, António Borges, presidente da direção da entidade, congratulou-se por, “finalmente, o Governo ter enquadrado os restantes lesados numa solução”, depois de um comunicado do gabinete do primeiro-ministro ter revelado que o Governo propôs às associações de lesados das sucursais exteriores do BES uma solução semelhante à do Banif, que prevê a delimitação de lesados não qualificados com vista à criação de fundo de recuperação.
Comentários